Omninvi :: Invii demanda sapientia

Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Ser pago por visitar sites! Estamos a testar sites PTC

Sem comentários

A equipa do marados está a testar sites PTC (Pay to Click) que pagam por clickarmos.
Alguns banners são dinâmicos e dão para ver o ganho em tempo real.
Ajude-nos a testar e ganhe dinheiro com isso.

Sites que estamos a considerar credíveis...

até $0.02 por click
Pagamento: $8+(Standard)$6+(Premium)
Paypal
Sistema de Pontos e PPC
Varia entre cêntimos e pontos
$1 click
Pagamento:$500+
Paypal
$0.001 por click
Pagamento: $2+
Paypal
até $0.003 click
Pagamento: $3.00+
ANIMATED Banner 2 $0.01 Click
Pagamento:$1+

Sites que já consideramos banhada!


www.sixdollarclick.com
http://www.sambux.com
http://www.buxforclix.info
http://www.uniqueclix.com
http://www.jobahoy.me
http://explobux.com
http://www.profitptc.info

Pagavam muito duraram pouco, devem ter paga a alguns talvez os primeiros, depois disso foi obrigar a malta a ver publicidade gratuitamente e repetidamente. Perguntamos quantos não terão caído no erro de se registar e gastar dinheiro, fugindo ao seu objectivo inicial que era de ganhar dinheiro. Especial nota para o de seis dollar o click, que sonho, um ordenado.

Siga o instinto, desconfie, mas arrisque a perder uma hora por dia, uns trocos dão sempre jeito, e alguns sites tem promoções em conta para quem estiver interessado e é frequente podem-se tornar horas lucrativas.

Continuamos a testar sites que pagam, mas como devem calcular não podemos perder tempo total nesta pequena experiência.

Para experimentar não precisa de aderir a todos os programas PPC que estão aqui, basta organizar-se, escolher alguns e gastar 2h horas por dia ou menos para ao fim de algum tempo ter mais um dinheirinho na conta. Estamos a preferir sistemas que permitam paypal para receberemos o dinheiro e que o interface seja intuitivo e fácil de usar.

Esta experiência vai ter no mínimo de 6 meses para verificar se efectivamente pagam, mesmo que não se aderira aos programas extras que alguns tem para oferecer.
Outros permitem que publicitemos sem custo, ou seja em vez de sermos pagos, promovemos, estamos a testar também essa possibilidade.
A lista vai aumentando com o tempo, todos estão em testes, assim que algum permita o retorno do dinheiro fica referenciado na lista como verificado.
Este artigo é dinâmico. Ultima actualização:02-abr-2013

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Live do Mint em Português

Sem comentários
Já referimos no artigo, nós recomendamos o Mint, que o Mint era a nossa distribuição favorita, já desenrascou um amigo durante algum tempo, mas agora o cenário complicou. Outra pessoa amiga está com o disco danificado e não pode comprar outro de momento, mas arrancar com o LIVE em inglês é algo complicado para quem pouco percebe de computadores e nada de inglês!
Assim foi proposto um desafio, tornar a LIVE do Mint português.
Para isso é preciso fazer um remaster da ISO original e acrescentar os pacotes de língua portuguesa, com alguma busca pelo site da comunidade verifiquei que existe um artigo que esclarece direitinho todos os passos então foi mãos ao trabalho.
Depois de algumas horas, consegui finalmente ter a nova ISO como pretendido, uma masterização da versão linuxmint-14.1-mate-dvd-32bit.iso onde foi acrescentado o Chrome e o idioma português, definido português como padrão e configurado o teclado.
Enfim a ISO ficou enorme, pois como não podia deixar de ser era para mim essencial ter o Chrome, a razão é simples se vamos ter uma solução temporária, guardar os favoritos online é recomendado, ou seja com o Chrome podemos ter o nosso ambiente de navegação sempre igual, e visto que depois de reiniciar o computador tudo que tínhamos na LIVE se perde, ter essa funcionabilidade é excelente.
Assim neste momento já temos algo para mostrar.
Problemas desta versão:
  • Por ser tão grande pode não ser suportada por algumas BIOS
  • Não Cabe num CD, só num DVD
  • Não Cabe numa PEN DE 1Gb
Surge então a questão, que pacotes eliminar?
A versão original inclui um Office, será útil? Gimp para edição de imagens será necessário? Bem tudo depende do utilizador é certo, mas estou a estudar a redução para uma versão que permita um CD, assim permite também a opção da PEN de 1Gb, ficando a utilização mais limitada, certo, mas servindo uma maioria mais vasta.
Entretanto se tiverem uma PEN com mais de 1Gb podem experimentar sem problemas esta versão, o local de transferência encontra-se no endereço em baixo:

Nota: se transferiu a versão mint-14-marados-0.6-MATE-32bit.iso não se esqueça que tem sempre que abrir um terminal e executar o comando: dns-fix <enter> depois disso tudo funciona correctamente, e versão 0.7 tem esse problema corrigido.

Desfrute de um linux em português sem precisar de instalar nada.
Deixe um comentário com a sua experiência, dica, algo que gostaria que tivesse na versão LIVE.
Contribua para o melhoramento se assim o desejar.

eZee 'Tab702 da Storex, um caso com um tablet low-cost

Sem comentários

Comprado na loja pelo preço de 79,00€, mais a bolsa 4,90€, ou seja 83,90€ o pack, num desses grandes centros, este tablet deu logo que falar desde inicio! Isto porque para meu espanto quando o liguei pela primeira vez já tinha fotos de um casal! Quer dele, quer dela! Não tinha Google Play Store, o antigo mercado também não estava disponível, o que me estava a impulsionar a escrever sobre isso, pois para mim não foi problema arranjar as aplicações que estava habituado, mas mesmo assim algumas tive dificuldade, e outras estavam um pouco desactualizadas em relação às disponíveis no Google Play Store.
Procurando na lista de dispositivos suportados (lista em inglês), nem pensar nisso, então fiquei um pouco desiludido mas por outro lado não muito desanimado, isto porque sem Google Play Store o gosto por andar na descoberta de aplicações recentes diminui, mas também foca-me mais aos factores essenciais para qual comprei o tablet, que são a leitura e a escrita.
Para a escrita qualquer simples editor de texto serve, para a leitura ainda ando a explorar qual o melhor cenário, pois de noticias tenho o caso resolvido, mas para livros ainda estou um pouco na dúvida.
Por falar em livros, o tablet vem com software de mercado próprio que disponibiliza algum literatura em inglês gratuita, dá pelo menos para ter uma noção como é ler no tablet.
Depois de duas semanas de utilização, o comportamento do equipamento foi simples, chegava a perto de 50% de bateria e desligava-se completamente.
Fui à loja para ver o que podiam fazer e foi para reparação, estive duas semanas sem ele, mas agora veio com uma actualização de firmware, actualização esta que já inclui o Google Play, então a experiência passa automaticamente a ser outra.
Se o seu tablet Storex não tem Google Play Store e ainda deve estar na garantia de certeza tente ir à loja onde o comprou e peça para fazerem uma actualização ao firmware vai ver que vale a pena ficar sem ele umas semanas.
Para aqueles que não tem, nem podem ter no seu android o Google Play Store mais tarde talvez escreva um artigo sobre isso, para já comecem por aqui.
Quanto a este Storex a experiência continua, e talvez mais tarde fale mais um pouco sobre ele, para já um low-cost que cumpre as funções que lhe quero dar.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Pequeno esclarecimento sobre ligações externas ao blog

Sem comentários
O maradostec está a fazer "a experiência bitcoin" e um dos serviços que está a testar é um serviço de redireccionamento com publicidade. É uma forma de fazer a experiência e verificar se é mais uma maneira possível de rentabilizar o blog.
Mas como aqui a malta do maradostec sempre foi transparente nestas questões, as publicidades sempre foram limpas e fora do conteúdo principal, foi algo que nos levou também a aceitar tão bem as visualizações dinâmicas, o leitor escolhe a forma de ver e tudo é claro e limpo.
Contudo agora com esta modificação no endereçamento para os conteúdos externos ao blog, aparecerá sempre uma página intermédia com publicidade, um serviço chamado CoinUrl.
Ele coloca uma barra dele mesmo e coloca uma publicidade em baixo que pode ser útil ou não.
No canto direito da barra aparece uma imagem como a mostrada aqui, Skip Ad significa Saltar anuncio mas isto não é reconhecido por muita gente, por isso nós fazemos questão em avisar.
Só depois de clicar na imagem que diz para saltar o anúncio é que é redireccionado para a página que fazemos referência, ou seja o conteúdo pretendido.
Esperemos que esta medida não diminua o seu interesse pelos nossos conteúdos, mas publicidade limpa tem significado rentabilidade reduzida, e não significa que este método não seja limpo, apenas precisa ser esclarecido, pois nem todos que lêem o blog entendem inglês e depois podem pensar que já estão no conteúdo desejado quando na realidade tem que clicar na imagem, por isso lembre-se que conteúdos externos ao blog tem que clicar na imagem para saltar o anuncio, quer seja antes ou depois de o ver.
Cumprimentos e boa leitura.

Nós recomendamos o Mint :)

Sem comentários

E começa a ser notório que o linux ganhou algum significado, contudo ainda são poucas as pessoas que arriscam a um sistema operativo que em caso de dificuldade poucos são os que podem ajudar. Bem hoje em dia com a Internet, esse tipo de pensamento já não deveria ocorrer, isto porque algumas pesquisas pelo google e certamente que vamos conseguir encontrar solução para o nosso problema. Pense sempre que, se está a ter o problema, não é o único e certamente a solução aparecerá com o tempo.
Mas falando agora mais de linux, baseado no Ubuntu (um para todos) uma distribuição que se tornou estável e muito celebre, apareceu o Mint.
Do ubuntu derivou por exemplo o blackbuntu, uma das distribuições preferidas dos hackers iniciados , com ferramentas em janela para quase tudo que é infiltrações, sou mais adepto do backtrack :), ainda escreverei um artigo sobre isso, mas se formos para trás o ubuntu deriva do debian :)
Mas continuando agora com o Mint, ou seja a andar para a frente, a ultima versão a 14 com o nome de código Nadia, revelou-se estável e está linda, nós estamos a recomendar o Mint exactamente por isso, a preocupação já não é a estabilidade pois isso está conseguido, a inovação está no aspecto, algo que esta distribuição sempre se preocupou.
Outro aspecto que já não é de preocupar é a instalação! Primeiro temos sempre a hipótese de arrancar com o DVD ou a PENDRIVE e ver como é que o sistema corre na nossa máquina, o chamado LIVE e depois se desejarmos instalar podemos fazê-lo a partir do LIVE sem grandes dificuldades e com possibilidade de arranque múltiplo (o chamadao dual-boot), onde ficamos com a opção ao arranque de qual sistema vamos arrancar, e ainda com algumas mais opções como teste de memória e claro para utilizadores avançados existe sempre a possibilidade de mais opções claro :).

Aplicações práticas de ter o Mint em DVD/PENDRIVE

Eu por exemplo ando sempre com uma LIVE numa PENDRIVE, e muitas vezes consigo desenrascar amigos que tem que reinstalar a máquina e não conseguem aceder aos dados basta arrancar com a PENDRIVE  e consegue-se facilmente copiar os dados para outro dispositivo.
Um amigo teve o disco avariado durante mais de meses e durante esse período usou o arranque pela PENDRIVE e utilizou a máquina sempre a partir do LIVE (Ficas-me a dever uma fitaboa ;)).
Verificação de discos, o Disk utility que vem incluído permite ver e fazer o teste aos discos com a tecnologia SMART, onde facilmente se consegue ver se o disco tem erros ou outro tipo de problemas. Considero este diagnóstico muito útil.
Então repare como técnico consigo, fazer teste à memória da máquina, fazer diagnóstico do disco e copiar os dados do disco para outro dispositivo, ou seja resolver muitos problemas :)
Como utilizador tenho um sistema estável e fácil de usar e claro se instalar o sistema consigo sempre personalizar muito mais e ter acesso a mais apliações.

Conclusão

Conseguir testar antes de instalar é uma grande vantagem e mesmo sem instalar a utilização é amigável e cada vez de mais fácil acesso e dá sempre jeito ter um DVD/PENDRIVE disponível.
Experimente e verá que consegue fazer muito, por tão pouco.
Página oficial de download 32bit, aqui.

domingo, 9 de dezembro de 2012

bitPaio

Sem comentários

O bitPaio é uma criação da equipa do maradostec com bitcoins.
O jogo é simples quanto maior o risco, maior o ganho.

Aposta mínima; 0.05btc Aposta Máxima: 10btc

Para jogar basta enviar uma quantia para uma das seguintes carteiras:

25% de chance de ganhar, paga x3.839
1Q7atWY6yAg9w4D1GmcdN6kNajinvfPvt3

45% de chance de ganhar, paga x2.133
1MGirH2JQ4NqmVFZ5B428a1qRGY4SqavVa

50% de chance de ganhar, paga x1.92
1CkuFMTq1EWHMh24LW3MPHWFUdLzgTQNwc

55% de chance de ganhar, paga x1.746
151JiefoQU2vrG6dW3nFfWxMrWbGGHP5DA

75% de chance de ganhar, paga 1.28
12518nbzgvGSE5HSk9UKEN21C1gDKJvrAg

95% de chance de ganhar, paga x1.011
1FGNY861zmJH5S3N8Me9U2mtTm2AnjbBMV

Se não quiser arriscar muito pode optar por ganhar pouco mas ter uma chance de ganho elevada, o jogo está desenhado para todos os gostos e carteiras.

O bitPaio é baseado num programa de afiliação e faz parte da Experiência Bitcoin.
Qualquer dúvida pode deixar comentário que responderemos o mais breve possível.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Experiência Bitcoin

Sem comentários
A equipa do maradostec está a realizar o que chamamos de "Experiência Bitcoin". Já fazia algum tempo que a equipa estava de olho na moeda, mas depois de algum tempo a estudar o processo de mining achamos melhor não arriscar em fazer o teste, pois ia demorar se calhar mais tempo do que esta experiência que resolvemos fazer e envolveria mais hardware disponível enquanto que para esta experiência basta o computador de cada um.
Então que experiência é esta!? Cada elemento da equipa está a criar uma carteira bitcoin e depois vamos testar um pouco tudo o que podemos fazer com a moeda, a começar do zero. Será possível? Bem possível nós sabemos que é, mas será rentável começar a trabalhar online com esta nova moeda, sim porque se vamos trabalhar com a Internet, porque não uma moeda da Internet?
A ideia é testar tudo possível com uma moeda, mas neste caso trabalhando para conseguir dinheiro, como é normal e partindo completamente do zero. Claro está que mais para a frente para testar serviços também vamos passar dinheiro real para uma carteira.

A criação da carteira

A criação da carteira, apesar de muitos clientes disponíveis (ver alguns no site oficial) e alguns fornecedores de carteiras online que nos permitem uma carteira de forma instantânea a equipa preferiu usar o Bitcoin-qt, desenvolvido pelo pai da moeda, Satoshi Nakamoto
Imagem bitcoin a sincronizar carteira
Bitcoin a sincronizar a carteira
Para a criação da carteira, apenas tivemos de fazer a transferência da aplicação para o nosso computador e esperar que a carteira sincronize, este processo pode demorar entre dez horas ou mais, pela nossa experiência um na rede MEO demorou cerca de três dias e um na rede ZON igual tempo, apesar de diferirem as horas que ambos os computadores estiveram ligados.
Dica: Se quiserem ter mais do que 8 ligações activas e acelerar um pouco o processo, talvez seja melhor configurar o Router, pois o UPnP não será suficiente e muitas vezes com mais que um computador a fazer pedidos, o Router fica baralhado, a porta que o bitcoin usa é a 8333, se não souberem como fazer podem ler um pequeno tutorial no maradostec, [aqui].

Como começar a rentabilizar a carteira?

A começar do zero, vamos então analisar alguns sites que nos permitem ganhar alguns mBT (microbitcoins), quase como se fosse o cêntimo da moeda mas muito mais extenso!
A lista de sites vai aumentando consoante vamos verificando que pagam:

  • BitVisitor , paga por visita, fácil de usar e limpo. Podemos visitar um site a cada  5 minutos, funciona melhor no IE, o contador no Chrome não funcionou muito bem. Para já os testes comprovam que pagam, o pagamento pode ir até 0.56 mBT.
  • CoinUrl , paga por redireccionamento,  pode ser rentável para quem tem um blog e quer rentabilizar as ligações externas, como fizemos aqui no maradostec. Paga para qualquer carteira que definirmos, comissão de 25% aplicada aos ganhos, excepto em transacções inferiores a 0.1btc, permite também controlarmos afiliações e eventuais partilhas de lucro, assim como publicitarmos os nossos conteúdos, até à data tudo parece funcionar bem.

Como receber em dollar ou Euro?

Sites em estudo.
A equipa ainda não tem bitcoins suficientes para testar este tipo de serviço, se quiser contribuir para a experiência pode fazê-lo, anónimo ou não, enviando uma qualquer quantia  para a nossa carteira de testes: 13uTR61MkLSrK84ZcDMe24p3Vw3h8njxaA

Sites onde podemos comprar com bitcoin?

Sites em estudo.
A equipa ainda não tem bitcoins suficientes para testar este tipo de serviço, se quiser contribuir para a experiência pode fazê-lo, anónimo ou não, enviando uma qualquer quantia  para a nossa carteira de testes: 13uTR61MkLSrK84ZcDMe24p3Vw3h8njxaA

Site que testamos e fica dúvida!

Aqui ficará a lista de sites que andamos a testar e que fica dúvida a forma de actuação e pagamento:

Ao fim de 3 meses de experiência...

Ainda nela :)

Este artigo enquadra-se no conceito de artigo dinâmico, ou seja o seu conteúdo vai mudando a qualquer momento.




sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Para um colega amigo

Sem comentários
De que servem palavras para consolar

Com elas a mente não vai repousar

É preciso continuar a viver

Para quê sofrer?

Valerá a pena culpar?

Contemplação pela razão encontrar?

Quanto tempo para dissolver

Questões que não interessam para bem viver!

Aqueles que ficam têm que se manter

Valerá a pena trazer-lhes mais sofrer?

Ou aliviar a dor,

com entrega e amor.



Philo Philos Pachem

Até por acaso

domingo, 7 de outubro de 2012

A tristeza aumenta

Sem comentários
Céu limpo

A borboleta pousa na flor.

Depois da delicia de seu cheiro, parte.

Chega uma menina e a flor parte,

leva-a ao seu nariz e depois chão!

O pai não lhe diz que não!

E só as outras flores sentem dor,

a borboleta sente o cheiro a tristeza.

E ainda tendo outras flores para cheirar,

agora já não lhe traz a mesma beleza,

pois enquanto novo dia não despertar,

a flor caída no chão vão lembrar.



Philo Philos Pachem


Até por acaso

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Meditação

Sem comentários

Desmaterializar,

dar sentido à vida.

Meditar,

encontrar a fonte perdida.

Sempre tão perto,

só é preciso estar desperto!

Como despertar?

Como meditar?

Em quem confiar?

Técnicas que podem matar!

Essas não é para ensinar,

precisas é de relaxar,

o stress aliviar,

e voltar.

Voltar e repetir,

que bem te irás sentir.

Ambos a usufruir!

Ninguém se sente enganado.

Ninguém é libertado.

Não existe ciclo infinito,

também este será quebrado.

E deixará de ser mito

o que há muito foi revelado.

Philo Philos Pachem

sexta-feira, 29 de junho de 2012

O incrível encontro da estranha coincidência

Sem comentários
Só aquele que entendeu

que a mente tem de limpar.

Vai ter coragem de se aventurar.

Mas existe aquele que tudo perdeu,

e não precisou de conquistar.

Um desapega,

o outro à existência se entrega.

E ambos transcendem a mente,

e vivem um presente diferente.

A mente é uma ferramenta,

nem sempre necessária.

E fica então desperta,

uma face extraordinária.





Philo Philos Pachem


Até por acaso

terça-feira, 22 de maio de 2012

Travian PT3 - A história do Teutrino

Sem comentários






E Teutrão, tinha sido um guerreiro Teutão destemido no mundo Travian, tinha ficado longe da guerra faz tempos. Mas isso já são histórias de outros tempos. Agora a Teutolandia, tem Teutrino, o seu filho, ainda a ganhar experiência de batalha com as mais perigosas aventuras e batalhas. Assim a Teutolandia ganhou um novo rumo e uma nova liderança.



O avô tinha ensinado a Teutrino que antes da guerra se deve primeiro tentar o dialogo, mas na prática o jovem Teutrino já viu que nem todos tem as mesmas regras!



A Teutolandia estava a ganhar um bom rumo na evolução, e as tropas estavam a aumentar, quando um herói vizinho decide começar a pilhar. Já tinha muitas tropas e não foi difícil matar as tropas da Teutolandia. O Teutrino ficou danado, estava a treinar numa aventura quando aconteceu e enfurecido vai com  toda a sua força e energia à aldeia inimiga. O Oráculo já tinha visto o que iria suceder a guerra não iria parar.

Teutrino ficou a proteger a aldeia e morreu. O Oráculo tinha já pronto um balde de água da vida para ressuscitar o herói da aldeia. E ele logo depois de estar vivo não teve mãos a medir e foi matar o heroi inimigo, não foi tarefa fácil mas conseguiu sair da batalha cansado e muito ferido, mas vitorioso.





Conduzido a uma aventura na floresta Teutrino traz consigo um novo amigo, um cavalo de trabalho a quem deu o nome de Teutalo. Agora Teutrino tem um novo amigo nas aventuras e consegue viajar mais rápido.

O sofista da aldeia indicou um local refundido no meio de aparentemente nada, mas as suas indicações correctas fazem com que Teutrino conseguia uma aventura com sucesso e obtém assim a sua primeira arma de defesa, a lança do lanceiro. Não era uma arma que ele gostasse muito pois era defensiva, mas era o que tinha para o momento.

As negociações burocráticas levam Teutrino a aderir a uma aliança, tornando a sua aldeia mais forte e protegida.







O mestre sofista indicou a Teutrino uma nova aventura, para conseguir esta aventura com sucesso, Teutrino tem que usar mais a inteligência que a força, e Teutrino consegue trazer o elmo da consciência.

A luta com a aldeia vizinha continua mas parece que Teutrino ganha um pouco mais de paciência e consegue reter a fúria das mortes de seus camaradas e faz ataques mais frios. A aldeia inimiga é assaltada com sucesso vingando um assalto inimigo que levou bastantes recursos da aldeia.

Teutrino considerou que espiar é fundamental e então colocou os investigadores da aldeia a tratar disso.



Os amigos vão aumentando e os inimigos também mas Teutrino está a começar a ganhar experiência de combate então o mestre sofista envio-o numa aventura que segundo ele, iria dar frutos mas só mais tarde. Consegue então uma bandeirola. Não satisfeito com a arma tenta convencer o mestre sofista a indicar-lhe alguém que lhe pudesse fazer uma arma em condições. O sofista enviou-o para uma missão difícil onde Teutrino trás o Punhal do Cavaleiro Teutão. Agora sim diz ele quando os investigadores e a cavalariça estiverem prontas já posso ir para a luta. Ele teria gostado mais da Moca de Salteador, mas o mestre sofista diz-lhe que no futuro ele terá sucesso com esta arma.



O vizinho inimigo tem por hábito defender a aldeia com o heroi, mas com um ataque coordenado da aliança o seu herói morre, infelizmente um herói da aliança também acaba por morrer.  Mas a aldeia é toda saqueada.



Com tantos assaltos, o mestre sofista recomenda uma aventura que trás a possibilidade de um saco de assaltante, permitindo assaltos com mais eficiência. E depois da aventura com sucesso, Teutrino tem um kit misto de ataque e assalto, tornando-se um aprendriz de grande saqueador.

As diplomacias estão em cima da mesa, e em torno da fogueira teutónica decide-se o futuro de duas grandes alianças.



E de alguma forma orgulhoso de estar numa aliança maior, ainda é muito cedo para falar, contudo parece que vontade de vencer não falta entre os membros da aliança.

E mesmo agora que o vizinho violento foi abandonado e está mais fragilizado, os recursos saqueados não são suficientes, sendo Teutrino obrigado a percorrer cada vez mais, percursos mais distantes.

A diplomacia continua, mas está a tornar-se difícil agradar a gregos e troianos, em cima da mesa os senadores de várias alianças estudam o futuro de suas parcerias. A possibilidade de divisão entre elite e academia é possível e assim a aliança ganha uma escola para os novos jogadores e tem os mais activos em outra aliança a lutar pelo topo.

Teutrino é recomendado pelo mestre sofista a fazer uma aventura perigosa, assim aconteceu e é dado a Teutrino uma nova armadura para combate.

Um ataque em outro quadrante faz tropas prisioneiras, mas nem foi preciso re-atacar para serem libertadas as tropas.



As conversas em cima da mesa entre senadores, levam Teutrino a suspeitar de um espião, mas como para já não há provas é tratado como todos os outros, menos algo que ele mesmo ignora, o relatório de tropas, esse ele mesmo sendo líder não tem acesso. O guru da aldeia de Teutrino ajudou na construção de um relatório de tropas, possibilitando aos lideres tomarem melhor decisões quando houver guerra entre alianças e mesmo para analisar a evolução de tropas de uma forma geral entre a aliança.

O método é simples, mas parece haver ainda aliados que estão desconfiados da nova tecnologia, não conseguem compreender como é que um bárbaro tem tanta tecnologia, não entendendo que na Teutolandia não se valoriza só a força, mas também a inteligência.

Todos os gurus quando existem ataques, ficam protegidos no templo num esconderijo construído para o efeito, no dia em que descobrirem este esconderijo a Teutolandia ficará em desgraça...



Os espiões relatam inactividade, o problema é que a aldeia tem o herói e as tropas a proteger, mesmo estando com pouca saúde Teutrino lança um ataque de assalto, não foi suficiente para matar todas as tropas e o herói, então ele volta novamente matando o herói e as tropas. O oráculo avisou Teutrino que iria morrer, mas ele não quis saber. Desta vez não estava disponível o balde com a água da vida, então no templo o herói regenera. Entretanto os salteadores vão saqueando a aldeia. Um aliado inimigo apercebe-se e tenta fazer um ataque, mas as tropas de Teutrino estavam ocupadas a pilhar, logo não se encontravam na aldeia quando se sucedeu o ataque e os esconderijos protegeram os recursos.



Os ataques continuam e não existe retaliação, vamos ver se Teutrino conseguiu fazer um farm, o esforço compensou, melhor teria sido se Teutrino não tivesse morrido, pois aí dava para fazer tropas e evoluir a aldeia. Mas o saque foi enorme e está a dar para recuperar.



Os saques continuam, mas agora parece que Teutrino encontrou um inimigo, alguém que ele andou a espiar. Mas isso não o preocupa, pois o centro de inteligência já conhece as tropas inimigas. Esse factor levou Teutrino a pensar em um contra-ataque, mas uma possível farm fica mais em conta.



A possível farm tem algumas tropas e com força suficiente para matar muitos salteadores, então Teutrino tenta uma investida sozinho para ver se consegue matar algumas tropas mas ficou capturado na aldeia inimiga.

Na Teutolandia analisou-se a questão, esteve-se para enviar um espião com veneno que quase mata, para enganar o inimigo, fazendo simular a morte de Teutrino, mas o general de ataque fez as contas e ordenou o recrutamento de mais tropas. Todos os jovens com 16 anos ou mais foram treinar para serem militares.



Teutrino está preso...

Durante a noite foram efectuadas as últimas negociações entre alianças, Os diplomatas da Teutolandia já estavam a par das negociações e durante o assinar do acordo referiram que Teutrino não tinha vindo porque estava preso.

A nova aliança prepara logo um resgate a Teutrino e durante a manhã os ataques à aldeia inimiga não pararam. Ao fim da tarde já Teutrino tinha sido libertado, e a aldeia inimiga foi toda pilhada.



E a Teutolandia foi atacada, Teutrino estava numa aventura, mas as suas tropas foram atacar a aldeia inimiga que atacou, foi duro sem o herói bastantes tropas morreram, claro que a defensiva inimiga foi abalada. Teutrino referiu na reunião de tropas que isto foi só um aviso, mas a aldeia inimiga parece estar com ideias e o Centro de Inteligência da Teutolandia (CIT) está de olho no inimigo.



E o inimigo continua a fazer investidas, mas desta vez enviou um salteador à morte para testar se as forças da Teutolandia contra-atacariam, mas desta vez calma. O quartel está a preparar as tropas e ainda não é o momento para fazer a investida.

Os pequenos alvos fornecidos pelo CIT estão a dar alguns frutos e a aldeia mesmo a fazer tropas está a evoluir. E os espião mostram abundância de recursos na aldeia inimiga, mas as tropas estão todas presentes e ainda não existe força suficiente para sair a ganhar.



Wordle: Historia de Teutrino White

E a Teutolandia entrou em guerra, 3 inimigos juntaram-se para atacar, os esconderijos estavam prontos, por isso nada existia para temer.

Teutrino considera-se vitorioso, com a guerra em roubado mais do que lhe roubaram a ele. Mas o inimigo continua insistente e defende com dois heróis na aldeia. Teutrino morre, mas pouco depois vinga a sua morte matando um herói inimigo.

Consegue ainda matar mais de 200 tropas o que levou a outro membro da aliança inimiga atacar, o contra-ataque levou à perda de 2 colonizadores inimigos deixando Teutrino a gritar glória.

As defesas do inimigo aumentam, e reforços para o inimigo construir os colonizadores, chegam, o centro de espionagem reporta que a investida não é vantajosa, então as forças são direccionadas para outro inimigo.

Um aliado pede um ataque a uma aldeia inimiga, não havia dados da inteligência para se poder agir, mas Teutrino não quis saber, sabia que o Oráculo já tinha um balde reservado.

A investida leva à morte do Herói e suas tropas.

O herói está de volta, e as tropas apesar de em menor numero continuam a saquear as aldeias inimigas.

A guerra só ainda agora começou...as investidas em longas distancias pararam, e perto existem algumas aldeias que foram alvo de ataque pelas tropas da Teutolandia, entretanto numa dessas investidas o herói Teutrino fica aprisionado novamente. A aliança é alertada, e assim que as tropas estavam disponíveis foram salvar Teutrino. A Teutolandia agradece, Teutrino também mas em vez de contente estava furioso, sabia que os Gauleses têm as armadilhas e que a única maneira é ter um exército com grande numero. Mas é tempo de colonização e as investidas no ataque diminuem..

Entretanto alianças unem-se, Teutrino fica dividido entre contente e triste, pois todas aquelas aldeias que ele se esforçou para serem farms ele simplesmente tem que deixar de atacar.



Por outro lado a guerra no mesmo quadrante não fazia sentido. Assim a busca por novas aldeias cujos lideres já pouco se importam, começa.

Os colonizadores chegam ao destino e nasce uma nova aldeia, a Teutux. O desenvolvimento de Teutux vai ser demorado, mas a aldeia é promissora. Os mercadores da Teutolandia já fazem trocas comerciais com Teutux. A aldeia vai desenvolvendo a um ritmo normal.

A aventura continua...



Teutrino AKA Philo Philos Pachem

Até por acaso

quarta-feira, 7 de março de 2012

O meu próprio numero no meu Boston!!

Sem comentários


As soluções passavam por arranjar um telefone antigo para me acrescentar o próprio numero no SIM, ou com uma firmware costumizada fazê-lo com a aplicação My Phone Number mas o autor avisa logo que em firmware de fabricante não funciona!! Tinha um Boston com a 2.1update1 e outro com a 2.2.2 ambas oficiais, a 2.2.2 é de um clone do Boston em outro país, ou seja também não dava para instalar a aplicação, então como última alternativa como faço sempre, liguei para o apoio a clientes com o objectivo então de conseguir que me resolvessem uma questão que já faz algum tempos que venho para tentar resolver. É meramente um preciosismo que na 2.1 nem faz diferença mas na 2.2 já se consegue a imagem do Eu nas SMS e MMS.
Do outro lado do telefone tentaram-me convencer que o problema não estava no cartão mas sim no telefone ou na versão do sistema operativo, mas focaram mais um problema de hardware e nunca um problema de SIM, e intervenções no SIM nem com minha permissão quiserem fazer nada, desviando sempre para um problema da maquina e que no San Francisco por exemplo já iria ver no estado do telefone o meu numero!
Não fiquei convencido, então fui obrigado a recorrer a uma 2.3.3 CyanogenMod e instalei o My Phone Number, coloquei o meu numero no cartão SIM, mudei depois o cartão para o meu 2.1update1 e voilá já aparece o meu numero.
E pronto fiquei triste pelo serviço ter sido inútil, no fundo falei com um ser que não foi nada cooperativo e pela conversação nunca percebeu o que eu queria ou se percebeu desviou para cenários que nada tinham que ver pois depois destes testes realizados verifico que o problema estava no SIM Card e não no telefone!!! Mas isso já tinha a noção, hoje tive a confirmação.
E com pesquisa na net deu para perceber que em alguns casos houve pessoal que resolveu telefonando para a operadora, bem pelos vistos com melhor serviço de atendimento, pois eu paguei a chamada e não fiquei resolvido!
Será que depois deste teste posso chamar o operador que me atendeu de ignorante?!?!? Será caso único ou os colegas vão também desviar?!?!
Bem se ligarem a tentar depois comuniquem :)

segunda-feira, 5 de março de 2012

E às vezes na zona cheira a ...

Sem comentários





Este é o parque dos cães!!




E encontra-se muito disto




... e disto...




Estão por todo o lado!




Se uma criança correr, corre o risco!




São de todas as formas e feitios...






Por muito que se tente, vazio!!!!




Eles vieram para ficar!!




E como se não bastasse a merda!!! Veio mijo, fresquinho!

E depois de andar a fotografar a merda espalhada pelo local, parei nos bancos onde o pessoal costuma estar, e para finalizar passa um cão com o dono e mija mesmo no banco!!! O dono claro está nem pediu desculpa!! É tão bom ter animais sem se responsabilizar por a merda que eles fazem!!!!



Philo Philos Pachem


Até por acaso

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

app2sd no meu Android favorito: o Optimus Boston

Sem comentários
Introdução
Neste tutorial ensino a fazer app2sd, aplicações para o cartão, com o firmware original.
A parte mais complicada deste processo é o preparar do cartão SD, isto porque precisamos criar uma partição para dados e outra para as aplicações. Para particionar o seu cartão lei-a, preparando o cartão sd.

Nota:
Para finalizar este tutorial é necessário ser root do telefone, se ainda não é dono do seu Android, então leia o meu artigo, ser root do Android.

Depois de ter o cartão particionado:

Faça a transferência do link2sd do Market.
Arranque com o link2sd:

Seleccione o tipo da segunda partição.


Reinicie o telefone e depois volte ao link2sd se ele não vir a mensagem de cima então é porque o script de arranque foi instalado com sucesso.
O link2sd acrescenta no ficheiro install-recovery o seguinte:

Sem flashar uma system.img acaba por ser o melhor local para o colocar o script, mas bem era no rc.local (o autoexec.bat do linux) mas não é possível sem flashar uma imagem de sistema, pois este encontra-se na área de  sistema que é sempre flashada para a RAM sempre que iniciamos o telefone.
Ficamos então na zona do utilizador (/data) com uma pasta de nome sdext2, esta pasta é onda a nossa partição ext3 é montada. 
Com a instalação do link2sd podemos gerir as aplicações que colocamos para o cartão e as que não. Mas não fico por aqui pois com muitas aplicações o dalvik-cache fica enorme e ocupa muito espaço em /data.
Neste tutorial apenas uso o link2sd para criar o script pois é a forma mais simples, se desejar mover todas as aplicações para o cartão, incluindo o dalvik-cache continue, senão este tutorial terminou para si, fica agora em suas mãos decidir quais as aplicações que vão para o cartão e quais as que deixa na memória interna (estas serão mais rápidas).
Se decidiu continuar vamos lá fazer mais uns ajustes.
Desinstale o link2sd, só queria o script e este fica criado mesmo depois da desinstalação.

Abra uma linha de comandos para adb (ver usando o Boston por adb)
Vamos então criar os links para o cartão.



Criamos as pastas no cartão:

# mkdir /data/sdext2/app
# mkdir /data/sdext2/dalvik-cache

Copiamos o actual conteúdo das aplicações para o cartão:
# busybox cp /data/app/*.* /data/sdext2/app

Apagamos a pasta app e o dalvik-cache:

# rm -r /data/app
# rm -r /data/dalvik-cache

Agora vamos criar ligações simbólicas para o cartão:
# ln -s /data/sdext2/app /data/app
# ln -s /data/sdext2/dalvik-cache /data/dalvik-cache




Se executar o comando ls -l vai ver como em cima a pasta dalvik-cache e app com um simbolo -> a apontar para o cartão.


Agora podemos mandar o telefone reiniciar :)
# reboot


Depois do o telefone reiniciar está pronto. A partir deste momento todas as aplicações que instalarmos vão para o cartão de forma transparente. O mover do dalvik-cache é opção mas para quem vai fazer intenção de instalar muitas aplicações, acaba por ser obrigatório, com as minhas aplicações base instaladas o dalvik-cache ocupava-me mais de 90Mb motivo que me levou a movê-lo.
Podemos também fazer o mesmo com a pasta data mas não recomendo, pois com tudo para o cartão pode ficar muito lento, esta pasta é onde as aplicações guardam dados, assim elas correm do cartão mas estão a usar a memória interna para dados (dependendo da aplicação).

Se algo correr mal e o telefone estiver sempre em loop de arranque, enganou-se em alguma coisa!!!
Ligue-se por adb para corrigir o problema, faça uma listagem e verifique as ligações:
# ls -l /data
Se alguma ligação estiver mal criada, pode simplesmente apagá-a e voltar a criar outra o procedimento é o mesmo que indicado em cima.
Se não conseguir corrigir o problema pode sempre entrar em modo modo recovery (Vol_Cima+Camera+Power) e escolher wipe data/factory reset ou fazer um master RESET (Tecla vermelha+Camera+Power) e voltar a criar as ligações como indicado em cima.


E já está, temos o nosso Boston com o firmware original e com as aplicações para o cartão de forma transparente para o sistema.

Nota: este método traz o inconveniente que NÃO podemos remover o cartão SEM desligar o telefone, pois isso iria afectar o funcionamento de aplicações que estão a correr e perder os widgets. Ficamos na mesma com Armazenamento USB activo claro.

Alguma questão deixe um comentário. :)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Preparando o cartão SD, particionar para app2sd

1 comentário
Particionando o cartão SD
Neste tutorial ensino a preparar o cartão SD para usar app2sd.
Para particionar o cartão escolha o método que se enquadre melhor ao seu cenário.
Eu recomendo o método 2, pois é o que limita mais a margem de erro, no método 3 modificamos a recovery do telefone, ou seja só flashando depois o firmware original é que voltamos a ter o Boston como de origem, contudo se quisermos ficar com a recovery temos uma mais completa que a original, de realçar que este método só foi testado para o Optimus Boston com 2.1update1, não use o método 3 num telefone fora da gama clone do Boston.

Método 1
Criar um CD-ROM ou PEN de arranque com linux e ir particionar o cartão SD a partir daí.
Use se tiver leitor de cartões, uma PEN 256Mb ou um CD-ROM.

Método 2
Nada de PEN, CD-ROM e nada de mexer na recovery original!!!
Vamos para o virtualbox, uma caixa virtual à maneira e gratuita, precisamos do leitor de cartões na mesma.

Método 3
Flashar uma recovery no Boston que permita a opção de particionar o cartão SD.
Use se não tiver leitor de cartões. Usamos o próprio Boston :)






Método 1

O site do Gparted fornece bastante informação mas está em inglês, então aqui vai uma pequena ajuda:
Opções com PEN ou CD-ROM
  • Com PEN

    • Clique aqui para ir para a zona do live-usb
    • Faça download do Tuxboot, este utilitário vai fazer o download da imagem e preparar a PEN USB sozinho, com pouca intervenção humana :)
    • No Tuxboot selecionamos: gparted-live stable

    • Esteja atento na opção Drive se a letra corresponde à PEN-USB que pretende instalar.
    • Clique Ok
    • O tuxboot terminou e pede reboot, lembre-se que tem que ter a opção de arranque na BIOS para USB, algumas BIOS permitem seleccionar a opção de arranque logo no inicio sem termos necessidade de fazer alterações.
    • Avance para o tópico: Usando o Gparted
  • Com CD-ROM
    • Clique aqui para ir para a zona de download da versão CD-ROM (live-cd)
    • Faça download do ficheiro gparted-live-0.11.0-10.iso (121.1 MB)
    • Use a sua habitual ferramenta de gravar CD para gravar a imagem num CD-ROM, se não tem nenhuma pode usar o Free ISO Burner
    • Depois de gravado, reinicie a máquina com a opção de arranque de BIOS para CD-ROM, algumas BIOS permitem seleccionar o modo de arranque.

    • Avance para o tópico: Usando o Gparted

Método 2

Este método ensina a usar a virutalbox, uma ferramenta gratuita que nos permite criar máquinas virtuais no ambiente Windows, assim vamos conseguir usar o gparted no Windows por intermédio de uma máquina virtual.
  • Se quiser saber mais sobre a virtualbox pode obter informações aqui. Para fazer o download directo pode fazê-lo aqui Virtual Box x86/amd64 (esta é a versão para Windows)
  • Depois da transferência instale.
  • Agora vamos fazer a transferência do Gparted versão de CD-ROM, Clique aqui para ir para a zona de download da versão live-cd, faça a trasferência do ficheiro iso.
  • Agora vamos configurar a máquina virtual para arrancar com o ficheiro iso:
    • Criar uma nova máquina virtual, aparecerá o assistente:
    • Depois de introduzir os dados acima faça Next
    • Na memória deixe as configurações padrão e faça Next


    • Não crie um disco virtual, e clique Next, aparecerá um aviso que a máquina não arrancará sem disco, não se preocupe, configuramos o disco mais tarde, pois no assistente ele não reconhece a iso que pretendemos.
    • Faça Create e a maquina virtual aparece do lado esquerdo como desligada.
    • Com o botão direito faça definições sobre a maquina que acabamos de criar (Gparted_vm).
    • Nas definições vamos para armazenamento e depois do lado direito nos atributos vamos clicar no cd-rom que nos dará a opção de escolher um CD/DVD Virtual.
    • Seleccionamos Escolher um CD/DVD Virtual e vamos então dar o caminho do nosso ficheiro iso que tem o gparted


    • Faça Ok, configuramos o USB depois.
    • Selecione a máquina virtual e clique em Iniciar, a maquina virtual arrancará em outra janela.
    • Aguarde um pouco, este processo demora um bocado.
    • explicar modo terminal...

    • Se ainda não o fez, ligue o seu leitor de cartões e coloque o cartão SD.
    • Neste momento o Gparted não reconhece nenhum dispositivo, temo que activar o USB Mass Storage Device. Em Dispositivos->Dispositivos USB->Generic Mass Storage Device



    • Faça Gparted->Actualizar dispositovos
    • O Gparted já deve reconhecer o cartão SD que se encontra no leitor de cartões.




    Usando o Gparted:




    Tanto no método 1 como no 2 usamos o gparted (Gnome Partition Editor), assim ficam aqui algumas dicas de como particionar o cartão SD com esta ferramenta gratuita.
    Com o método 2 existe menos possibilidade de erro, pois só montamos o SD ficando com o dispositivo /dev/sda, No caso do método 1 temos que identificar qual o dispositivo em que está o cartão SD, pois o gparted  deve ter encontrado mais que um dispositivo /dev/sda, /dev/sdb, /dev/sdc, etc. Podemos chegar lá pelo tamanho e pelas partições que encontramos em cada dispositivo. Por norma será /dev/sdc ou superior. Se desejar saber mais sobre partições linux clique aqui.
    O tamanho dependerá do tamanho do cartão disponível, recomendo pelo menos 25% para aplicações e o resto para dados. Ou seja num cartão de 2Gb temos entre 500 a 600 Mb para aplicações e o resto para dados. Mas claro tudo depende da utilização, então se não faz intenção de usar muitas aplicações pode aumentar o tamanho da partição de aplicações.
    Depois de identificado o dispositivo correcto então vamos particioná-lo:
    Apague todas as partições, para isso clique com o botão direito em cima da partição e escolha apagar.




    Vamos criar primeiro a partição Normal FAT32:




    Depois de escolhido o tamanho e o tipo de partição fazemos Add.
    Agora seleccionamos o espaço não alocado e vamos criar o resto do espaço em ext3:




    Faça Add.
    Temos as partições criadas mas ainda não aplicamos realmente nada.
    Faça Apply. O Gparted pergunta se temos a certeza que queremos aplicar e dizemos que sim.
    Pronto e Gparted começa a trabalhar e no final temos as partições criadas.




    O cartão está particionado.
    Agora volte a repetir as operações mas para formatar cada partição.
    Em cada partição indique ao gparted para a formatar no respectivo formato e depois clique em Apply.


    Temos agora cartão pronto.

    Dica: Se tiver dados no cartão e quiser arriscar só a dimensionar a partição fat32, e criar a ext3 no espaço final pode fazê-lo, experimentei e não perdi dados, mas é sempre um risco e é bom salvaguardar os dados na mesma.

    Nota: Não podemos particionar primeiro a partição para aplicações pois isto iria baralhar tanto o Windows como o Android que tentam montar a primeira partição para dados. Experimentei com este Kernel particionar em ext4 mas falhou por isso use ext3.


    Método 3


    Fazer a transferência da recovery clockmod v2.5.1.0 compatível com o z71 e o boston, aqui.
    Fazer transferência do Android SDK, para termos acesso ao fastboot, escolha o instalador para Windows.
    Instalar o Android SDK.
    Abrir uma linha de comandos, digitando cmd no menu iniciar.
    Colocar o Boston em modo Fastboot (tecla vermelha+volume baixo+power)
    Ligar o cabo USB e já com o Boston ligado fazer:
    > fastboot devices
    Deverá aparecer:


    Para flashar a recovery fazemos:

    >fastboot flash recovery clockwork-z71.img

    Se tudo correr bem, acontecerá como na imagem:


    Neste momento temos o Boston com a nova recovery.
    Remova a bateria e inicie o Boston em modo recovery (Camera+Volume Cima+Power)
    deverá aparecer como indicado:

    Senti alguma dificuldade em selecionar a opção advanced, pois o cursor andava muitas vezes de dois em dois, mas com alguma paciência vamos lá. Selecionar a opção advanced.
    E depois aparece a opção Partition SD Card:

    Particione o cartão com os tamanhos que mais se ajustam ao seu cartão e pode colocar a swap a 0.
    Um exemplo para um cartão SD de 2Gb será:
    Ext Size -> 512Mb
    Swap Size -> 0M
    E já está temos, finalmente, o cartão particionado :) 
    O cartão ficará particionado como mostra a imagem:

    Particionamento Automático
    Tive o cuidado de imaginar vários cenários possíveis para poder particionar o seu cartão SD e testei tudo com um Windows7 32bit e um Optimus Boston 2.1update1.