Omninvi :: Invii demanda sapientia

Um doidivanas mostra o seu saber por intermédio das palavras e um pouco da imagem. Poemas, opiniões, revisões. Uma mistura de sociedade e tecnologia. Com temáticas conforme me vou lembrando de escrever.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

A existência de Deus na realidade não interessa!

Sem comentários

Existir ou não, não interessa a questão. A existência de Deus não têm qualquer significado para um não pecador, pois quer ele exista quer não, ele estará sempre no bom caminho. Quem renuncia o mal nada tem a temer quer exista Deus quer não. E o pecado se for puramente egocentrico quem é o igual que o pode julgar senão o próprio. 
Se o pecado afecta directamente terceiros então o indivíduo tem que assumir o erro e procurar o perdão directamente a quem fez mal.
Pecar esquecendo-nos de nós próprios é um pecar menor comparado com um que afecte terceiros mas indirectamente quem se esquece de si mesmo peca com ele e com o todo na mesma pois é menos um indivíduo que está em paz com ele mesmo logo não consegue estar em paz com o todo.
Nesta sociedade dita evoluída o indivíduo para não ficar afectado com todo o mal que o rodeia passa a aceita-lo e mesmo a prática-lo ficando com a culpa enraizada e para se equilibrar procura o perdão onde muitas vezes ele não existe mantendo a culpa e por consequinte o sofrimento.
Por outro lado aquele que foi afectado também sofre, mas pouco pode fazer, pois só pode ficar à espera do momento e aí saber perdoar.
Pouco importa se Deus existe ou não, os sentimentos são provocados e podem ser bons ou maus quem renúncia o mal só consegue provocar bons e recebe a partilha tornando-se mais completo, mais gratificado. Por mais incríveis que sejam as minhas descrições não vai ser com palavras que alguma vez alguém vai sentir o sentimento que tentei descrever.
Estar em Paz com o todo, é uma missão, é um estado, é uma filosofia de vida. E poucos serão os contemplados que podem seguir esse caminho e ainda menores os que tem o prazer do contemplamento que o caminho proporciona.

Philo Philos Pachem

terça-feira, 7 de abril de 2009

Desmitificando o voto em branco!

Sem comentários
Durante mais de um mês deixei a sondagem: "O voto em branco é consciente?". Os 31 elementos que votaram tiveram uma maioria no sim, ainda bem pois parece-me consciente.


De muitas conversas que tive sobre o assunto, ainda existem muitas pessoas que não reconhecem a importância do referido voto em branco. Pensam que este leva a anarquia e não faz  sentido! Preferem não ir votar, que votar em branco!

Pois bem, na ausência de simpatia por qualquer ideologia, o melhor a fazer é votar em branco, pois mais de 50% de votos em branco significa que a maioria não está de acordo com nenhuma idelologia de nenhum partido, ora isto obriga a que os partidos reformulem o que andam a fazer, ou até mesmo obriga a coligações. 

O voto em branco é tão importante como qualquer outro, tem força e é participativo, ao contrário de não votar que dá força aos outros que participam, tornando quem não votou um mero seguidor não participativo que se deixou ir na onda!

Por isso não vá na onda, tem dúvidas quanto á ideologia ou mesmo quanto ao partido então seja participativo na mesma e vote em branco, seja consciente.

Philo Philos Pachem

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Materializador de particulas! A invenção que vai mudar o mundo!

1 comentário

Ainda não disponível no mercado, o materializador de particulas vai revolucionar a maneira como vivemos. Imagine trocar o seu micro-ondas por um! Sim é do tamanho de um micro-ondas e permite desmaterializar o nosso lixo doméstico e materializá-lo em matéria já definida no aparelho!

O funcionamento é simples, podemos gravar no materializador o prato da avó, da mãe, do chefe e quando damos ordem para ele materializar voilá, temos o prato com a comidinha favorita.

Desenvolvido na Europa, este aparelho espera aprovação legal e estará no mercado brevemente.

Após o seu aparecimento no mercado, muitos produtos vão cair em extinção!

Philo Philos Pachem